Notícias



25/11/2021
Homenageados falam sobre a importância do Fundap



Homenageados falam sobre a importância do Fundap

Entre personalidades e representantes de grandes empresas fundapianas do Espírito Santo, foram 10 homenageados pelo Sindiex e pelo Governo do Espírito Santo na manhã desta segunda-feira (22). Algumas homenagens foram póstumas – como a de Otacílio Coser e Graciano Espíndula Filho -, mas todas marcadas pela emoção de contribuir ativamente para um incentivo fiscal essencial para a economia capixaba.

Confira o depoimento dos homenageados pelo Sindiex, que são parte essencial do desenvolvimento e implantação do Fundap nestes 50 anos de história:

“Sinto-me muito honrado por ser um dos responsáveis pela regulamentação do Fundap, incentivo que sobreviveu a todas as investidas dos estados que se diziam prejudicados. É ótimo ver que todos os governadores seguintes colaboraram com a manutenção e constante desenvolvimento do Fundap, sempre com o objetivo de transformar o Espírito Santo em um centro de distribuição logística. As empresas prosperaram e seguem prosperando, e isso traz benefícios ao Estado”.

Arthur Carlos Gerhardt Santos, ex-governador do Espírito Santo, responsável pela regulamentação do Fundap em 1971 e ex-presidente do Sindiex

“Fiquei muito honrado e orgulhoso com a homenagem feita a mim pelo Sindiex na comemoração dos 50 anos do Fundap. Os discursos passaram por pontos como cultura e economia, abordando o passado, presente e futuro do Fundap, que é e sempre foi o grande incentivador financeiro das empresas ao abrigo do Sindiex. Me emocionei quando Dr. Arthur relembrou essa história, com toda a sua lucidez e competência”.

Amâncio Picoli, primeiro presidente e fundador do Sindiex, e operador histórico do Fundap    

“O Fundap foi impulsionador para o grupo empresarial que queria investir no Espírito Santo e isso destacou o Estado no cenário nacional. Meu avô, Otácilio José Coser, tinha muito orgulho em ter auxiliado na fundação do Fundap, sabendo que esse incentivo era um benefício de todos”.

Leonardo Forzza, recebeu a homenagem póstuma por Otacilio José Coser - sócio-fundador da Blomaco S/A, a primeira empresa a operar no sistema Fundap, e sócio-fundador da Coimex

“Fico muito feliz em, depois de tanto tempo, receber o reconhecimento pelo papel do meu pai, Graciano Espíndula Filho, efetivamente o criador do Fundap. A ideia da lei e da solução surgiu da cabeça dele, e tenho muito orgulho disso”.

Márcio Pretti Espíndula, recebeu a homenagem póstuma por Graciano Espíndula Filho - sócio-fundador da Blomaco S/A, uma das primeiras empresas a operar no sistema Fundap

“O Fundap é de suma importância para o desenvolvimento do Espírito Santo, principalmente por ser um incentivador direto para avanço do o comércio exterior. Como resultado, hotéis, indústrias e terminais foram criados e o Estado segue crescendo”.

Luiz Roberto Côgo, diretor da Indústria e Comércio Quimetal

“A ponte que liga Vitória à Vila Velha também foi construída com o incentivo do Fundap. É uma importância histórica que podemos notar ao observar o desenvolvimento do Estado”.

Luiz Fernando Braga, diretor da Comexport Trading Comércio Exterior Ltda.

“O Fundap contribui com o desenvolvimento econômico-social, sendo essencial para a criação, manutenção e incentivo de toda uma logística portuária e cadeia ligada ao comércio exterior, como hotéis e restaurantes”.

Claudio dos Santos, vice-presidente da Cisa Trading S/A

“O Fundap foi um instrumento de incentivo de toda essa área de comércio exterior do Espírito Santo e nós, como empresa trader, somos beneficiados pelo instrumento. De uma certa forma, nossa empresa está na outra via, contribuindo e trazendo novos negócios para o Estado”.

Alfredo de Goeye, diretor-presidente da Sertrading BR Ltda.

 

1637857591813222

 

As empresas Cotia e Timbro também foram homenageadas, mas não puderam comparecer à solenidade por motivo de força maior. O reconhecimento será feito em outra oportunidade, pessoalmente, pela diretoria do Sindiex.






Outras Notícias: