Notícias



09/06/2021
Siderúrgicas no ES importam bobinas de aço



Siderúrgicas no ES importam bobinas de aço

Pela primeira vez, Arcelor, Usiminas e Gerdau estão importando bobinas de aço para atender a demanda de consumo do mercado interno. Segundo fonte do mercado, um navio com 9.500 toneladas de bobinas e placas de aço vindo da China chega nesta terça-feira (8) ao Porto de Praia Mole (Vitória).

De acordo com dados levantados pela produção de ES Brasil, a produção de aço do Brasil é de 30 milhões de toneladas/ano, sendo que o mercado interno consumia 20 milhões de toneladas/ano. O restante é exportado.

Com o mercado interno superaquecido, a indústria siderúrgica viu a necessidade de importar a matéria prima para atender, principalmente, o setor automobilístico, de construção civil e produtos da linha branca, por isso, siderúrgicas importam aço da China.

Fontes especializadas afirmam que: o consumo interno está superaquecido. A demanda reprimida do ano passado veio com tudo este ano e a produção brasileira não está dando conta. O Brasil sempre foi o grande produtor de aço no mundo e pela primeira vez está sendo obrigado a importar.

De acordo com a economista Arilda Teixeira, o país vive uma fase de retomada de investimentos, que demandam matéria-prima e insumos. Na opinião dela, mesmo sem ser possível confirmar se o aço importado ficará no estado ou será distribuído para outras regiões do país, o mercado interno está com demanda de consumo crescente.

“Isso é muito positivo porque sinaliza que a economia não está morta. Se siderúrgicas importam aço da China, confirma que estão acontecendo investimentos, que geram emprego, consumo e o mercado se movimenta”, afirmou a economista.

Fonte: ES Brasil






Outras Notícias: