Notícias



04/06/2020
China e Estados Unidos foram os principais parceiros comerciais do ES no quadrimestre



Os primeiros quatro meses de 2020 foram marcados por incertezas e instabilidade no mercado mundial por conta da pandemia da Covid-19. Ainda assim, o Espírito Santo conseguiu manter os negócios com seus principais parceiros comerciais. De acordo com dados analisados e divulgados pelo Sindiex, os principais países de origem e de destino das importações e exportações feitas pelo Estado foram China e Estados Unidos.

As importações capixabas registraram alta de 6,8% nos primeiros quatro meses do ano, tendo como principal país de origem a China, que respondeu por 20,8% do total importado no período. Em segundo lugar, os Estados Unidos, com 14,1% de participação, e em terceiro a Argentina, que responde por 9% do total importado pelo Estado.

De acordo com a entidade, a alta nas importações do Espírito Santo pode ser explicada pela compra de mercadorias pontuais do setor offshore, com produtos que incluem tubos flexíveis de ferro e aço, válvulas, torneiras e outros dispositivos para canalizações e caldeiras.

O principal país de destino dos produtos capixabas nos quatro primeiros meses de 2020 foram os Estados Unidos, com participação de 33,2%. Em seguida, a China, que responde por 8% do total exportado pelo Espírito Santo, e a Holanda, com 6,2%. No período analisado, as exportações tiveram queda de 23% e a celulose foi o único produto que registrou saldo positivo em relação ao mesmo período de 2019, com crescimento de 26% e um total de US$ 176 milhões exportados.  






Outras Notícias: